Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

 

O evento tem por objetivo criar um espaço de exposição e discussão de ideais acerca do tema, como alternativa a recuperação produtiva e promoção e agregação de valor do desenvolvimento do meio rural e urbano brasileiro local, regional e nacional, reunindo os diferentes segmentos da sociedade. Além disso, permitir a difusão de tecnologias e modelos promissores, bem como a formulação de ideias sobre esses sistemas a partir da explanação científica, uma vez que o evento reúne profissionais renomados que desenvolvem atividades no âmbito geral e específica, do evento, ampliando assim a visibilidade do estado na esfera nacional quanto à adoção e expansão desses sistemas de cultivo. Espera-se com a realização do evento, uma difusão consciente da tecnologia agroflorestal, considerando as características intrínsecas de cada local, em prol do desenvolvimento ecológico, econômico e social do país.

Nesse sentido, Mato Grosso abrirá pela primeira vez, suas portas para a realização do X Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, no período de 24 a 28 de Outubro de 2016, com o tema central “SAF: aprendizados, desafios e perspectivas”, envolvendo diferentes instituições, garantindo a visibilidade das excelentes idéias já conduzidas no Estado em um evento desse âmbito e dessa magnitude.

O Mato Grosso é um dos maiores produtores de grão possuindo mais 185.000 imóveis agrícolas, dos quais 140.201 (74%) são de agricultura familiar. Destes, 50.155 são estabelecimentos de agricultores tradicionais (populações ribeirinhas, quilombolas e extrativistas) e 90.046 são assentados da reforma agrária. Em termos de sistemas agroflorestais, o Estado apresenta diversas iniciativas desde 1995, quando foram plantadas nas pequenas propriedades as primeiras unidades demonstrativas de Agroflorestas com finalidade de recomposição de Reserva Legal e de manejo florestal madeireiro com fins comerciais, estes projetos consolidaram experiências, hoje multiplicadas, que podem catalisar o processo de recomposição da paisagem rural, proporcionando ganhos socioambientais e econômicos para os agricultores, bem como para a sociedade. Porém, é evidente que há muito esforço a ser direcionado em ações de treinamento de técnicos e de agricultores para que este sistema de produção sustentável seja incorporado pelas instituições de ATER, pelas instituições de crédito rural e pelas diversas esferas da administração pública, fomentando políticas públicas para promoção destes sistemas.

Atualmente existe mais de 2.500 hectares de SAF nas regiões Noroeste e Norte do estado de Mato Grosso, essencialmente implantados em territórios de agricultura familiar.

Em vista disso, a realização do evento no Estado é de suma importância, uma vez que o tema central de referência que norteará a discussão do próximo encontro tem por objetivo congregar em um histórico, as várias experiências de sistemas agroflorestais já desenvolvidas em longo prazo no Brasil, avaliando os novos modelos adotados no cenário rural e urbano.

Página do Congresso: www.cbsaf.com.br